quarta-feira, 30 de março de 2011

As Pedras da Aniquilação - Episódio 1

Amigos, aqui vai o report do primeiro episódio da aventura, As Pedras da Aniquilação. Essa aventura é apenas uma introdução a uma sequência de aventuras maiores, que deve culminar numa campanha completa. Os personagens ficaram muito bons, e estou gostando do contraste entre a interpretação deles, apesar de termos dois rogues, ambos devem ficar bem diferentes sendo um Rogue Arqueiro, multiclass de Ranger, a Nayaha, e um Rogue Ilusionista, o Yagohe. Quero que eles fiquem bem diferentes no decorrer das aventuras. O outro personagem é o Thorin, um Dwarf Guerreiro da mais alta nobreza e com uma postura de um verdadeiro Mestre Dwarf, com tudo o que a raça tem de melhor.

O grupo compreende jogadores veteranos, que já rolaram D20s não poucas vezes, e essa parte facilita um tanto o trabalho do DM. a maior novidade foi o uso do Fantasy Grounds para a aventura online, o que foi no começo um tanto quanto pavoroso, e ainda apresenta problemas, mas aos poucos estamos pegando o jeitinho do software, que após algumas seções já está bem mais prático de usar do que na primeira. Outra novidade foi o sistema D&D 4th edition que adotamos a partir dessa aventura, o que tem sido bastante interessante. Os jogadores parecem estar apreciando o sistema, que na minha opinião está muito bem lapidado pelo pessoal da Wizards.

Cast of Characters:


Nayaha, Female Human Rogue/Ranger, Archer lvl 4
Mestre do arco e flecha, essa bela ladina usa a sensualidade e o carisma para obter o que quer. porém seu maior objetivo, reencontrar o amado Kyrnim, parece distante de ser realizado. Carrega sempre duas adagas escondidas na manga. Tem suas raízes na nobreza de um antigo reino decaído e arruinado.



Yagohe, Male Eladrin Rogue/Ilusionist, lvl 4
Ilusionista e talentoso nas artes acrobáticas, Yagohe é um mestre da ilusão e dissimulação. Duelista hábil consegue manejar uma espada longa como se fosse uma adaga. Usa curiosas esferas encantadas como implemento, e objeto de malabarismo.



Thorîn, Male Dwarf Fighter, lvl 4
Thorîn, Filho de Darîn, Lord Mestre da Forja da Dharzardar, nas montanhas de Therîon, no Antigo Reino de Arkangeroth. Thorîn fora educado na melhor tradição dos anões, sendo o mais respeitado membro da academia militar de Dhazardar. Teve seu destino interrompido, sendo impedido de assumir a posição de Mestre em Armas de sua fortaleza outrora impenetrável.


Turgon, Male human Druid, Sentinel, inicidao na Fé divina, lvl4 
Membro da Ordem Branca, protetor dos espíritos naturais e seguidor de Lolindir a Deusa esquecida. Encontrar o equilíbrio entre religião e natureza é sua filosofia. Proteger o mundo das aberrações e livrar os locais profanos é sua palavra de ordem. Pretende re-estabelecer o culto a Lolindir a muito esquecido.


Derleck, Male Human Weapon Master, Knight lvl 4
Ex gladiador, Derleck migrou para um reino distante, mudando sua visão do mundo. Atormentado por uma passado negro ele procura redimir seus erros caminhando como um cavaleiro errante pelo mundo enegrecido procurando livrar o mal e estabalecer novamente  luz por onde passa.


NPCs

Cormack, Male Human Druid, lvl4 Druída da Ordem Branca, Companheiro de Thorîn, que tem uma dívida de vida para com o amigo.

Treona, Female Human. É uma ritualista, uma mulher um tanto quanto sensitiva, possui conhecimento arcano. antiga governante de Crommanthur, vive hoje carregando consigo a responsabilidade de ter permitido a queda da antiga cidade, hoje domínio de Goblins rebatizado de Gorizbad.

Kiris Al Kirk. Companheiro atual de Treona, teria sido capitão da guarda na ápoca de Crommanthur.

Athaeil Liebersimm. Um ancião renegado entre os Arcanos da Torre dos Magicistas. Tornou-se nobre em Crommanthur durante seu período de ouro. Foi amaldiçoado com a Licantropia e teria sido abandonado na cidade pela antiga corte na época da queda de Crommanthur.

Vhorx. Orc líder dos Carta Olhos. Morto por Derleck

Hu-Jat, Hobgoblin, líder do clâ dos Goblins, encarregado pela defesa de Gorizbadd.

Rorth. Goblin arcano comedor de tomos mágicos.


 
Ep.1. Na Velha Torre

Após viajarem por dias seguindo ao sul, os aventureiros se cruzam nas florestas secas. Nayaha e Turgon seguiam a trilha de Yagohe, que aparentemente saberia sobre o paradeiro de Kyrnim. Thorîn acompanhado de Cormak segue para a montanha de Therîon. Os diferentes grupos se encontram em meio a uma grande tempestade no cruzamento das duas trilhas, quando enfrentam Lobos sedentos de Sangue e se refugiam numa Velha Torre.

A torre pertencera à Ordem Branca, mas não era utilizada á muitos anos, sendo reclamada por uma Velha Ritualista chamada Treona, e seu companheiro Kiris Alkirk. Por uma arranjo do destino, Turgon e Cormak, ambos membros da ordem branca chegam no mesmo exato momento á torre, em busca de abrigo perante a terrível tempestade. O destino de seus consortes mudará para sempre depois deste encontro.

Os novos inquilinos da Torre acolhem o grupo, e se explicam dizendo não terem invadido, mas apenas tomado emprestada a locação, sem uso a anos, após o trágico ocorrido que os privou de seus lares. Nayaha lembra-se da região em sua infância e questiona sobre os acontecimentos desde então. Em meio à refeição o grupo troca informações, Yagohe mostra incrível destreza ao reagir a uma caneca atirada por Nayaha em sua direção.

Treona conta que costumava ser uma nobre na antiga cidade de Chormantur, do Velho Império, hoje arruinada e tomada por Goblins. Treona carrega culpa pela morte dos antigos residentes da cidade, pois não soube usar o poder que guardava. A cidade foi fundada por humanos sobre o que restou de uma grande fortaleza Tiefling de um império ainda mais antigo. Os antigos artesãos tieflings manufaturaram oito Pedras da Aniquilação, feitas a partir de estilhas de um fragmento do Disco do Caos. Apesar de imbuídas de maldade, as pedras serviram de proteção á Chormantur por anos, até sua queda. As Pedras podiam aniquilar instantaneamente qualquer criatura e se desfaziam em pó após usadas. As hordas de Goblins, insufladas por um poder incomum tomaram a cidade e conseguiram a última pedra, que foi usada para aniquilar os principais Lordes Fortes da cidade. Com o crescente poder Goblin e a liderança dos Aljavas Negras, a cidade foi finalmente aniquilada. Poucos sobreviventes fugiram. Nayaha fica entristecida ao saber que o Rei Hirsmund haveria dados as costas ao pedido de socorro de Cormanthur.

A Velha ritualista conta que recentemente descobriu uma nona pedra da aniquilação. Tal pedra precisa ser destruída a qualquer custo. Treona e Kirirs ainda não o fizeram, pois não conseguiriam adentrar a cidade tomada por Goblins sem serem mortos. Os personagens aceitam ajudar Treona a recuparar a pedra para finalmente dar fim a este mal e Rumam a Gorizbad. Nayaha sente-se compelida a ajudar alguém que foi abandonada por seu pai no passado, é grande o sentimento de perda ao ver parte de seu reino destruída e ignorada por seu soberano. Thorîn nutre o desejo de vingança pelos Goblins que saquearam sua cidade natal e o fizeram cativo por meses. Yagohe procura por seu tio, Athaeil, e por respostas sobre um misterioso pássaro, além de informações sobre a crescente ameaça Goblin, e quem sabe pilhar alguns tesouros e os conhecimento que tenham restado sobre a cidade.

Com Thorîn á frente o grupo decide invadir a cidade pelo portão de entrada. Goblins não lhe causam tremor. Embates isolados serão inevitáveis, porém a astúcia e furtividade serão de grande serventia se o grupo pretende infiltrar-se na cidade sem chamar atenção de um contingente maior de goblins.

Nenhum comentário: