sexta-feira, 15 de abril de 2011

As Pedras da Aniquilação - Episódio 3

Episódio 3. Os Defensores de Ferro
Seção - 5
Superar o Distrito Kobold, que ocupava toda a ala sul de Gorizbad não seria uma tarefa tão simples. Antes de sair das vielas cobertas de kobolds, o grupo de heróis teria que enfrentar Speelock, a líder dos kobolds e seus servos, os Iron Defenders. Juntando as partes dos antigos autômatos encontrados nas catacumbas subterrâneas da cidade, e aliando algum tipo de magia que consegui coletar atravéz dos anos Speelock e seus serviçais kobolds conseguiram reativar, alguns desses antigos soldados metálicos, com o objetivo de se defenderem dos avanços dos Goblins que dominam a ala Norte, e representam uma ameaça constante.
Alertada por um de seus guardas a líder dos kobolds aguarda a saída do grupo do subterrâneo soltando seus cães de guarda em cima deles. Yagohe rapidamente domina um dos telhados, e com suas flechas rápidas mata a líder dos kobolds sem muitos problemas. Mas não antes de ela arremessar um ungüento que atraía Ankhegs, na direção dos heróis. Os iron defenders, cães autômatos de ferro encontraram um outro adversário tão metálico quanto eles, tratava-se de Torîn, atrás de sua armadura encouraçada e escudo pesado, desferindo marteladas e machadadas, sem muitos problemas desmontou os iron defenders, que se espatifaram desfazendo-se em pedaços convulsivos e soprando vapor pelas juntas quando eram alvejados.
O Ankheg até deu medo, descrevi o bicho como uma espécie de “Alien” no tipo de movimentação. O bicho era tão rápido que Yagohe, mal se deu conta o Ankheg estava em cima dele. Depois de algumas fintas rápidas, alguns Spells, e flechadas da Nayaha, Torîn termina com a festa do bicho. Espalhando sangue verde e gosmento por toda parte. Yagohe coleta uma adaga mágica e um amuleto de metal no corpo da líder do Kobolds e o grupo trata de sumir rapidamente de cena, antes que mais kobolds percebessem a morte de sua mestra. Eles não ficariam muito felizes. Seria legal se eles tivessem conversado ou interrogado a kobold líder, alguns monstros são também NPCs, e possuem informações que são úteis para a aventura.
Rumando para o norte da cidade, sempre com Yagohe na dianteira, o grupo presencia um grupo de Orcs, aparentemente perigoso, torturando alguns Goblins e os marcando com um ferro em brasa, bem em cima do olho. A marca de Gruumsh (mais sobre isso na próxima seção). O líder do grupo era uma figura especialmente intimidadora, um orc enorme, com vestimenta de lobo nas costas, e com lâminas pesadas embainhadas. Após ver a cena muito feia o grupo se esgueira pra dentro da antiga biblioteca de Cormmanhtur. Eles encontram uma grande construção com uma estátua da Deusa Aliadannan, a mão suave, patrona da magia, em uma fonte no meio do grande salão, ainda relativamente preservada.  O resto do local vandalizado.
Torîn detecta rastros de Goblins, e suspeita da presença dos mesmo por trás de uma porta de pedra. Yagohe inicia a realização do ritual para detectar as pedras da aniquilação, mas no meio disso a porta começa a se abrir. Torîn, junto de Turgon, tenta conter a porta que se abre, dando alguns segundos finais para a conclusão do ritual...

2 comentários:

Érico Tashiro disse...

Grande aventura = )

Carlos DnD disse...

Hey Beleza! Que bom que você tá gostando. Estamos tirando a ferrugem! Fazia tempos que não tinha um coment aqui heim! LOL Espero fazer uma aventura melhor a cada seção! Vamos que vamos!