sexta-feira, 3 de junho de 2011

As Pedras da Aniquilação - Episódio 7

Episódio 7 - O Templo da Profanação, segunda parte
Seção 9
Um grupo de Goblins invade o Templo da Aliadanan! Liderados por Triflick, dotado de uma lâmina especialmente preparada para matar Atheil, os Goblins atacam rapidamente, pela primeira vez num contingente maior, mais do que uma dezena, cercando o grupo pelos dois lados. A resposta é mais do que imediata. Apresentando novos truques recém descobertos, Yagohe evoca o antigo Aperto Gélido de  Bibgy , um feitiço arcano que vinha pesquisando a tempos, e veio em boa hora a adição desse feitiço ao seu repertório. Esse Spell  é interessante e porradeiro, ele esmaga com uma mão gélida, que pode ser sustentada e continuar aferindo golpes posteriormente.  O líder dos Goblins ficou literalmente sem ação perante o poder desse Spell! Para piorar um pouco mais a situação dos Goblins, Turgon lança na área de seu líder o poderoso Earth Roots, desenrraizando vinhas enormes e poderosas que paralisam os que ousarem pisar em seu terreno. Os Goblins que cercavam o grupo pela entrada norte se vêem face a face com Urundur, o urso. Desordenadamente o grupo corre todo pro lado oposto, os mais desavisados levam patadas da fera. Nayaha está em perigo cercada por muitos goblins!

Turgon e Yagohe sustentam seus spells concentrando seu foco para os manter, enquanto atacam com o resto da concentração que lhes resta.
Bem legal esse esquema de sustentar os Spells, evoca mesmo os filmes e literatura de magia. O legal é que é possível sustentar os Spells enquanto se faz alguma outra coisa, usando uma parte da sua concentração. Antigamente os Spells de sustentação exigiam “total concentração do mago, se o mesmo levar um ataque ou for desconcentrado o spell se desfaz” Com esse recurso na mão, os dois Spell Casters do grupo fizeram um estrago no líder Goblin, deixando-o praticamente sem ação com os Spells de controle.
No meio de toda essa confusão, Atahiel começa e se transformar num Licantropo, um “ratazomem” pra ser exato.  Ele perde sua sanidade e começa a atacar os que estão a sua volta, amigos ou inimigos.  Os Goblins vieram para buscar Athaeil mas atacam todos do grupo.
A pobre Nayaha ficou um tanto desprotegida e levou um pouco de porradas, mas Yagohe prometeu consolá-la mais tarde. Os demais Goblins que apareciam aos montes, foram aos poucos dizimados.  O líder foi morto, e na base do mata-leão seguindo de laço, os personagens conseguem imobilizar Athaeil.
Após o calor do combate esfriar, Yagohe revela ao tio sobre sua condição.  Pasmo, ele diz agora fazer sentido tudo o que tem passado. Recorda-se de comunmente perder a memória ao tentar sair da cidade e acordar em algum lugar onde não lembrava ter chegado. Manchas de sangue nas vestimentas denunciavam estranhos acontecimentos durante o período onde a memória se apagava, mas moribundo e sem esperanças, não poderia atribuir nenhuma certeza ao fato. Ataheil , humem sábio e arcanista experiente considerava possibilidades, mas parecia não poder crer no pior. Até do relato vindo de uma fonte confiável, seu próprio sobrinho e protegido. Segundo a leitura de Turgon, o mal que aflige o Eladrin não se constitue num mal genético, mas trata-se de uma maldição, colocada por uma vil criatura, ou mesmo ser uma conseqüência da força negativa que a Pedra da Aniquilação exerce sobre os arredores. De uma maneira ou outra, o grupo se propõe a ajudar o pobre Ataheil a recuperar sua dignidade e sua humanidade. Ele conhece bem os caminhos escuros da cidade. Esgueirar-se de madrugada até o Covil de Tirystis , a Dragão Metálica cor de Cobre, será uma questão de tempo.
Epílogo.
Exausto o grupo se prepara para um descanso antes da jornada final. Turgon ainda cumpre uma última tarefa nesse árduo dia. Junto com Cormack, vai ao Santuário de Shaades. Os dois limpam o lugar de suas influências negras e consagram o local como sagrado novamente. Aliadanan, sopra a brisa suave sobre o rosto de Turgon e profere que neste dia Lolindir, a deusa esquecida, deve estar grata pois Aliadanan lhe está em débito, um de seus seguidores livrou o seu templo das trevas. (episódio anterior). A deusa estende sua mão generosa e oferece a Turgon uma dádiva como agradecimento.

Um comentário:

Érico Tashiro disse...

Ótima aventura. A sessão esta ficando cada vez mais dinâmica.